Morar em prédio significa ter alguns gastos extras com o condomínio, especialmente no que tange ao consumo de energia elétrica. Muita gente acaba esquecendo é que a economia de energia não é algo a ser feito apenas dentro de casa — as áreas de convívio comum são igualmente relevantes.

Não adianta reclamar só quando a conta de energia chega, todos precisam colaborar para que o prédio — e o meio ambiente — seja beneficiado por meio de hábitos mais sustentáveis e conscientes.

Mas você sabe como fazer isso? Acompanhe, a seguir, algumas dicas para diminuir a conta de luz do prédio!

Use lâmpadas de LED

Apesar de as lâmpadas de LED terem um custo um pouco mais alto, a duração chega a ser até 10 vezes maior que as lâmpadas convencionais, tornando o custo-benefício bem melhor.

Esse tipo de iluminação consome menos energia por conta da tecnologia empregada e, no final do mês, faz uma grande diferença.

Combata o uso excessivo dos elevadores

Pode não parecer, mas o desce e sobre dos elevadores consome uma quantidade muito grande de energia. Para agravar a situação, alguns moradores têm o hábito de chamar os dois elevadores ao mesmo tempo somente para não ter que esperar alguns instantes a mais.

A primeira coisa a ser feita é orientar os moradores sobre o uso correto dos elevadores, como chamar apenas um por vez e não ficar parando nos andares sem que haja necessidade. Recomende também que os percursos curtos — entre poucos andares — sejam feitos nas escadas.

Outra providência a se tomar é fazer um rodízio entre o funcionamento, pois nos horários de menor movimento é possível deixar apenas um deles funcionando.

Utilize sensores de presença

Os locais que ficam com a luz apagada na maior parte do tempo como, por exemplo, garagens, podem ter sensores de presença. Assim as luzes só ficarão acesas se houver alguém.

Vale lembrar que esse tipo de recurso é válido apenas para locais que permanecem sem necessidade de iluminação na maior parte do tempo. Se houver grande circulação de pessoas, ele irá fazer gastar mais.

Use temporizadores para ajudar os esquecidinhos

Quantas vezes já não chegou ao hall do andar e encontrou a luz acesa? Muitos moradores acabam se esquecendo de apagá-las e elas ficam acesas até que outra pessoa venha apagar.

Instalar temporizadores é uma ótima saída nesse caso, pois, depois de alguns minutos, elas se apagam sozinhas, não havendo o risco de ficarem esquecidas.

Aqui há, lógico, o cuidado de usar a função somente em locais onde costuma ocorrer isso com mais frequência e pode-se calcular uma média de tempo para que fique acesa.

Revise a instalação elétrica

Condomínios antigos precisam rever toda a parte elétrica, como a fiação e instalação. Quando a rede elétrica começa a ficar desgastada, ela torna-se menos eficiente e o consumo de energia aumenta muito, além de elevar os riscos de um curto-circuito.

Esse trabalho deve ser feito por um eletricista e, sempre que preciso, devem ser trocadas as peças necessárias para que não impacte no consumo de energia.

Seguindo essas dicas e estando sempre atento a todos os detalhes, é possível economizar energia sem muito esforço e desgaste entre os moradores. O bolso agradece e a natureza também!

E então, o que achou das nossas dicas? Conhece alguma outra maneira de economizar energia? Compartilhe sua opinião nos comentários abaixo!