Empresa Lalubema desenvolve aplicativo para facilitar gestão de síndico e de administradoras, com serviços que aumentam segurança e comodidade de moradores

 

No dia 20 deste mês, comemora-se o Dia do Vizinho, uma pessoa que está sempre ali ao lado, mais perto até que amigos e outros membros da família. É normalmente na porta dele que batemos quando precisamos de uma ajuda emergencial: faltou um ingrediente para o almoço, aconteceu uma dor de cabeça inesperada ou mesmo um problema na área comum do condomínio. É mais fácil também reunir a turma no condomínio para diversão entre adultos e crianças, sem preocupação com deslocamento e trânsito.

 

Mas nem sempre é fácil viver em harmonia. A convivência com vizinhos difíceis é a principal reclamação de quem mora em condomínios, de acordo com uma pesquisa feita pelo Datafolha, no final de 2017. Ela foi mencionada como o principal problema por quase 10% dos entrevistados, seguida da reclamação de barulho, do valor do condomínio, da falta de áreas de lazer e da falta de segurança. Os moradores desses espaços, no entanto, estão cada vez mais procurando na tecnologia soluções mais práticas para os conflitos habituais da vida em condomínio.

 

Novas tecnologias auxiliam na segurança

 

Uma das maiores preocupações das famílias que moram em condomínios é a segurança. Um levantamento da Secretaria de Segurança Pública de São Paulo junto à GloboNews mostra que os assaltos a condomínios na capital paulista aumentaram 172% entre os anos de 2015 e 2016. A novidade de muitos dos crimes é o disfarce: alguns dos assaltantes se infiltram nos prédios, se disfarçando de moradores, ou entregadores e funcionários de serviços externos.

 

É pensando nesses perigos e objetivando fortalecer as boas relações de convivência que a Lalubema desenvolve soluções tecnológicas para facilitar a gestão de condomínios. A tecnologia pode ser uma grande aliada: ela auxilia a administração e organiza as demandas entre vizinhos de modo justo e respeitoso. Por meio de um aplicativo, é possível ter controle eficaz de entrada e saída de moradores e visitantes, e o que acontece dentro de todo o espaço. Ao toque de um dedo, os moradores, síndicos e funcionários do prédio sabem quem chega e quem sai, quem é morador e quem é visitante, quem está à serviço dentro dos prédios, em tempo real. 

 

Isso porque o sistema digital cadastra as pessoas e veículos autorizados a entrar, avisa o porteiro quando um morador está chegando de táxi ou Uber, identifica visualmente a placa dos carros que se aproximam e possui um sistema rápido de reconhecimento biométrico.

 

“Uma parte muito vulnerável para a segurança é como abordar uma pessoa que possa ter acesso a sua casa ou condomínio”, explica o diretor de Operações da empresa, Leonardo Mascarenhas. Para ele, o registro de quem pode ou não entrar precisa ser feito imediatamente. “Mais importante que a inclusão de uma pessoa é a exclusão de uma pessoa que perdeu acesso a unidade. Isso tem que ser feito de uma forma muito rápida, para não deixar a administração em perigo”, completa.

 

Evitando brigas através da tecnologia

 

Outra situação muito frequente são os pequenos conflitos entre vizinhos: barulho de cachorros, bagunça de crianças e adolescentes, reformas prolongadas e infiltrações não desejadas. O que acontece é que, muitas vezes, os moradores demoram para tentar comunicar essas dificuldades e só deixam para acionar os vizinhos ou síndicos quando a situação está saindo do controle. Nessas situações, a emoção e o estresse tomam conta e o problema, que começou pequeno, pode virar uma briga que prejudica a qualidade de vida de ambos vizinhos.

 

Com o aplicativo em mãos, os problemas podem ser resolvidos de uma forma muito mais segura: as demandas de manutenção, as reclamações e dúvidas todas são informadas imediatamente através do aplicativo, deixando a administração ciente do problema e pronta para agir. Dessa forma, a solução dos problemas de convivência pode ser até mais harmoniosa, quando os problemas não são “o fim do mundo” para os moradores envolvidos.

 

Outras soluções desenvolvidas pela Lalubema através do uso de um aplicativo foram voltadas às reuniões de condomínio. As votações, que exigiam muito trabalho dos gerentes e tempo dos condôminos, agora podem ser feitas rapidamente através de uma enquete eletrônica. Dessa forma, a tecnologia pode dispensar as reuniões presenciais e economiza-se o tempo de muitos que só querem aproveitar a paz de uma boa vida em condomínio.

 

Sobre a Lalubema

 

A Lalubema é fruto da iniciativa do experiente empreendedor Rodrigo Mascarenhas, responsável pela fundação e venda da RM Sistemas para a Totvs, numa transação que envolveu US$ 100 milhões. Depois de 11 anos, ele retorna ao mercado com a empresa, que foi considerada por consultores internacionais inovadora e totalmente alinhada às tendências globais. A empresa é especializada em sistemas para condomínios e administradoras, e possui uma plataforma completa para gestão financeira e de serviços como reservas de espaços, cadastros e comunicação entre moradores. Recentemente, anunciou a aquisição da startup mineira ByDoor.

 

Foto: Freepik