Você sabe como escolher fornecedores para o seu condomínio? Muita gente não sabe e ignora esse fator, mas saiba que a escolha, certa ou errada, pode influenciar muito nos resultados e definir a imagem do síndico diante dos condôminos e futuros moradores.

Para ajudar, preparamos um post com dicas simples e práticas para você aprender a escolher os melhores fornecedores e, com isso, ter mais tranquilidade na gestão do condomínio. Ficou interessado? Continue lendo e surpreenda-se!

1. Avalie a qualidade dos produtos e serviços oferecidos

O primeiro passo que deve dar antes de escolher um fornecedor é verificar a qualidade dos produtos e serviços oferecidos. Acredite, preço não é o mais importante. Se lembra da famosa frase “o barato sai caro”? Ao escolher produtos e serviços de qualidade inferior terá muita dor de cabeça e custos maiores para corrigir esse erro no futuro.

Então, solicite amostras, demonstrações das características, funcionalidades e durabilidade para ter certeza da aquisição que fará.

2. Pesquise preços e condições de pagamentos

Como disse, preço não é o mais importante, mas tem o seu peso nas considerações. O ideal é que identifique o fornecedor que promete o melhor custo-benefício para equilibrar a qualidade com os preços.

Além disso, prazos e formas de pagamento devem ser tratados com cuidado, pois contam muito na hora de controlar o fluxo de caixa. Prazos muito curtos deixam os valores das parcelas mais altos e, mesmo que pague à vista, um prazo muito próximo torna difícil contar com receitas para cobrir esses pagamentos.

Opte por fornecedores que ofereçam prazos adequados às suas necessidades e utilize formas de pagamento acessíveis, como pagamentos online por exemplo.

3. Veja se ele cumpre o que promete

Entre as dicas de como escolher fornecedores, descobrir se todas as vantagens, benefícios, prazos de pagamentos e tudo mais o que foi contratado serão de fato entregues, é uma das mais importantes. Para descobrir isso, basta conversar com alguns clientes antigos e atuais.

Se a empresa se negar a passar alguns contatos, desconfie. Mas, se passar, é bem possível que terá boas referências. Mesmo assim, faça contatos para ter certeza.

4. Analise a reputação de mercado

Muitos clientes, frustrados ou satisfeitos, não fazem comentários sobre as empresas e isso é uma grande fonte de informação perdida. Ainda assim, você pode descobrir a reputação dela no mercado investigando as opiniões de quem se dá ao trabalho de comentar.

Blogs do fornecedor, perfis da empresa nas redes sociais, fóruns específicos sobre os produtos e serviços, sites de reclamações como o Reclame aqui e o Proteste são alguns exemplos de fontes dessas informações na internet. Aproveite-as e tire as suas dúvidas com elas.

5. Considere o tempo de atuação

O tempo de atuação no mercado também pode dizer muita coisa sobre um fornecedor. Quanto maior o tempo, mais experiência, know-how, bom atendimento, qualidade e melhor relação custo-benefício dos produtos e serviços vendidos a empresa terá. Afinal, em um mercado tão competitivo como o atual, seria difícil sobreviver sem esses atributos.

6. Use a tecnologia a seu favor

Todas estas informações precisam ser coletadas e armazenadas de forma organizada, para que uma análise certeira seja feita a qualquer momento. Mas, para fazer isso, é importante usar a tecnologia a seu favor.

Existem softwares especializados no mercado que são capazes de realizar essas funções com agilidade, segurança e sigilo, trazendo diversos benefícios para a sua gestão de condomínios.

Aproveite essas dicas de como escolher fornecedores e reduza drasticamente os problemas do seu condomínio!

Gostou das nossas dicas sobre como escolher fornecedores de serviços? Então assine a nossa newsletter e fique sempre por dentro do assunto!